Outubro 13 2008

Já não sou a mesma…também mudei e nem dei conta disso, talvez no momento que deixei de querer o que sempre desejei o que fui aprendendo a gostar…já não sou eu que em tempo de outrora te amei, te desejei, te implorei, te prendi…já não sou a mesma que queria, que sonhava, que desejava, que lutava…eu dava a vida por ti…e morria por dentro sem admitir…já não sou a mesma…noto isso quando olho para ti, mas principalmente quando me vejo nos tempos de trás…na realidade nunca te aceitei como eras, nunca foste o que eu queria, não acertei, não consegui, não deixei de lutar, não consegui deixar de mudar, de ser a mesma ainda quando estava contigo…não me derrubavas no entanto sempre me deixas-te lá, no limite das sombras de onde o sol não me apanhava, pois bastava saber que a tua chama estava sempre acesa para mim…mudei bastante, continuo na realidade a mesma, mas quero e desejo algo bem diferente, algo bem real, algo melhor…não me dizes nada de mais a não ser de um passado que me ajudou a ser quem sou e quem fui…porque na realidade já não sou a mesma e isso explica porque deixas te de gostar e porque deixei de querer…porque efectivamente já não sou quem fui…quem nunca mais voltarei a ser…já não sou a mesma que encontras-te e que eu redescobri.

publicado por bailys às 20:49

mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO